Glossário

  1. A
  2. B
  3. C
  4. D
  5. E
  6. F
  7. G
  8. H
  9. I
  10. J
  11. K
  12. L
  13. M
  14. N
  15. O
  16. P
  17. Q
  18. R
  19. S
  20. T
  21. U
  22. V
  23. W
  24. X
  25. Y
  26. Z


Caftã

caftaTraje de corte amplo que vai até os tornozelos, dotado de mangas compridas e largas. Costumava ser amarrado com uma faixa de seda ou de algodão. Na década de 50, Dior apresentou versões do caftã sem a faixa, usado sobre vestidos que iam até o chão. Durante os anos 60, Halston e Yves Saint Laurent estavam entre os estilistas que utilizaram essa forma básica. Na década de 70, os caftãs foram muito usados como trajes de noite. Algumas versões possuíam zíper desde o tornozelo até o pescoço e a maioria era usada sem faixa. Até hoje o caftã é uma peça que impõe estilo.

 

Calça baggy

Katie Holmes desfila com sua baggy, chamada de 'boyfriend' por parecer roubado do guarda-roupa dele

Moda nos anos 80, o modelo tem boca afunilada, quadris largos e cintura alta ou no lugar. A baggy voltou à moda em 2008, usada por celebridades como a atriz Kate Holmes e pela cantora Victoria Beckham. Surgiu em inúmeras passarelas estreladas e ganhou outros títulos e algumas adaptações. Foi assim que com pregas ou franzidos na altura da cintura, que fica mais baixa, virou carrot (cenoura). Quando é bem folgada ao corpo, é boyfriend. Também é chamada de cocoon ou slouch quando mais ampla.

Calça Capri

 

Calça CapriEstas calças que afunilam em direção à barra e tem comprimento até o meio da canela tornaram-se popular a partir da década de 50, usadas como um traje elegante de verão. São uma opção mais comportada para as bermudas.

Calça Cigarrete

 

A atriz Audrey Hepburn era adepta do modeloCalças justas e estreitas, em princípio populares entre os homens ingleses durante a década de 50. O modelo, que afunila em direção à barra, com comprimento chegando até o ossinho do tornozelo, virou moda entre as mulheres nos anos 60. Audrey Hepburn era fã das calças cigarrete.

 

Calça de Odalisca

 

calca de odaliscaCalças largas que iam até os tornozelos, baseadas nas calças usadas pelas mulheres turcas. São pregueadas ou franzidas por tira nos tornozelos. As calças de odalisca entraram em moda pela primeira vez quando surgiu o Ballet Russes, na Europa, no início da década de 1900. Foram usadas para a noite na primeira metade do século 20, atingindo o máximo da popularidade nos anos 30. O modelo transita por vários estilos atuais.

 

Cardigã

 

cardigaPaletó militar de mangas compridas, feito de malha de lã penteada, debruado com pele ou galões e abotoado na frente. Foi usado por oficiais do exército britânico durante a Guerra da Criméia e recebeu esse nome em homenagem ao sétimo conde de Cardigan, James Thomas Brudenell (1797-1868). No século 20, o modelo foi adaptado para o sportswear e ficou sem gola. O cardigã tornou-se peça popular entre tricoteiras e fabricantes de malharia, sendo produzido em diversos estilos e modelos e tendo por base uma peça de lã (ou mistura de fios de lã) abotoada na frente, com mangas compridas. Nas décadas de 20 e 30, Chanel ajudou a divulgar o cardigã como parte de um conjunto duas-peças com cardigã, suéter e saia. Na década de 50, houve um rápido modismo de usar-se o cardigã com as costas para frente. É um dos itens mais versáteis do closet.

 

Catsuit

 

catsuitMacacão justo, fechado com zíper ou botões na frente. Foi popular na década de 60 e deve seu nome ao fato de ser feito de tecidos colantes. Os catsuits costumavam ser usados com botas. A peça também tem ramificações, por assim dizer, como os bodies, justos e sem pernas.

 

Chapéu coco

 

chapeu-cocoChapéu duro de copa redonda e aba bem curvada dos lados, usado por homens no final do século 19. Na Inglaterra, após a Primeira Guerra Mundial, passou a ser aceito em ocasiões formais, substituindo a cartola. Até os anos 50 e 60, era associado a homens de negócios londrinos.

 

Chapéu Panamá

 

chapeu panamaChapéu de cor clara, em vários formatos, com tecido em trama fechada feito de palha da planta Carludovica Palmata, encontrada no Equador e em países vizinhos. É chamado panamá porque o presidente americano Theodore Roosevelt usou-o durante uma viagem ao canal do Panamá em 1906.

 

Chemisier

 

chemisierNo início do século 20, a forma da camisa íntima foi adaptada por muitos estilistas. Coco Chanel foi uma das primeiras a criar vestidos camisa, que tem o formato da peça, só que o comprimento de um vestido. Lanvin, Paquin e Worth também aderiram aos chemisiers, que se tornaram um básico do guarda-roupa feminino.

 

Cloche

 

chapeu clocheChapéu feminino usado desde aproximadamente 1915, até meados da década de 30, atingindo maior popularidade nos anos 20, quando decorava o visual das melindrosas. O cloche é um chapéu justo, em forma de sino, que cobre a cabeça a partir da nuca, sendo puxado sobre a testa.

 

Crinolina

 

crinolinaNa década de 1840, a crinolina era uma pequena anquinha feita de crina que proporcionava volume às saias. Durante 1850, surgiu a crinolina de armação, feita de arcos de aço, para conferir ainda mais volume. Ela produzia saias extraordinariamente rodadas. O estilo foi divulgado pela imperatriz Eugênia, e as mulheres européias seguiram-na.

 

Culote

 

culoteCalças de montaria. É bem folgada dos quadris aos joelhos, ajustando até os tornozelos. Também conhecida como jodphurs, nome de um antigo estado no noroeste da Índia, no qual se originou a indumentária.