Glossário

  1. A
  2. B
  3. C
  4. D
  5. E
  6. F
  7. G
  8. H
  9. I
  10. J
  11. K
  12. L
  13. M
  14. N
  15. O
  16. P
  17. Q
  18. R
  19. S
  20. T
  21. U
  22. V
  23. W
  24. X
  25. Y
  26. Z


Tartã

TartãTecido de trama fechada originário da Escócia, onde padrões diferentes são usados para identificar os clãs. O tecido possui listras coloridas que se cruzam, criando desenhos em xadrez de várias larguras. Na década de 1840, as visitas freqüentes da rainha Vitória à sua propriedade em Balmoral, Escócia, incentivaram a moda de roupas de tartã. Após a Segunda Guerra Mundial, kilts e saias de tartã tornaram-se populares. As coleções de inverno normalmente incluem essa padronagem, como nos anos 80, quando vários estilistas lançaram calças de tartã.  A inglesa Vivienne Westwood e francês Jean-Paul Gaultier são dois grandes criadores que usam o tartã como padronagem recorrente nas coleções.

 

Tie-Dye

Tie DyeMétodo simples de tingimento pelo qual pequenos segmentos do tecido são amarrados com linha, evitando que a cor passe a essas partes e formando, assim um padrão irregular. Tie-dye significa “amarrar e tingir”. O uso da técnica explodiu na década de 60 e 70, com os hippies. Até hoje o tie-dye é referenciado e reinterpretado.

 

Tough-chic

A jaqueta de Kate Moss é totalmente tough-chic.

Mix de grunge, rock’n’roll e anos 90, o estilo é despojado, largado, muitas vezes com um toque de agressividade nas peças. Uma espécie de rocker chic, o look pode ser montado com um sapato de tachas, um vestido justo e, principalmente, acessórios pesados.

Trapézio

Vestido trapézioLançado por Yves Saint-Laurent em 1958, o trapézio, quadrilátero com dois paralelos,  era uma peça com forma de tenda ampla e rodada que chegava aos joelhos. As costas do vestido eram cortadas de modo a cair livremente a partir dos ombros, como uma linha A mais ampla. Elegante, o trapézio veste bem a maioria das silhuetas.