Panty Doll
26 de Outubro de 2011 . Por aspatricias

Estilista MelinaO começo

A Panty Doll, marca querida e cheia de estilo aqui da terrinha, começou dentro da faculdade e foi crescendo aos pouquinhos, junto aos projetos de três colegas, em 2003. Das sócias, a administradora Maria Elisa Tartoni foi quem abraçou a ideia e, em 2007, a marca entrou de vez no mercado, estreando em uma das maiores feiras da área, a Fenim.

Como proposta inicial, a ideia foi criar peças com o charme das lingeries, mas para serem usadas no dia-a-dia. E quem tirou do papel isso foi a estilista Melina Ventre (foto), que segue concretizando o ideal de peças com conforto e estilo. Primando por um produto bem feito e em escala maior, a Panty Doll produz suas peças no Vale dos Sinos.

Fotos da coleção de verão 2012 por Gabriela Mo

O estilo

A inspiração vem da mulher contemporânea, que quer estar bem vestida, sem deixar o conforto e a feminilidade de lado. A ordem é descomplicar e apostar na liberdade de movimentos, sempre com um toque do universo íntimo nas criações.

Buscar matérias-primas com toque delicado e manter a cartela de cores suave são características marcantes da Panty Doll. A peça-chave da marca são os vestidos, perfeitos para representar o espírito de elegância e conforto.

Fotos de coleções passadas

Pontos de venda

No Rio Grande do Sul, a marca possui pontos de venda em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Alegrete e Canela. No resto do país, a Panty Doll conta com distribuição de peças em oito estados, são eles Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Sergipe e Maranhão.

Related Posts:

  • Nenhum post relacionado

Deixe um comentário