Animale em novo ritmo
20 de Janeiro de 2012 . Por Patrícia Pontalti

Achei um pouco estranha a coleção da Animale, que abriu a São Paulo Fashion Week de inverno 2012. Sim. Estavam por lá as tops que a grife adora: Izabel Goulart, Ana Beatriz Barros e desta vez a britânica Rosie Huntington-Whiteley, estrela de Transformers, o terceiro, que entra no lugar de Raquel Zimmmermann, que foi o rosto da marca por quatro anos. Estavam por lá também a mescla singular de tecidos, a pegada tecnológica e a alfaiataria precisa que estão na essência da  Animale. Mas tudo de um jeito muito mais suave, clássico, quase minimalista levando em conta o rebuscado trabalho de Priscilla Darolt, de quem sou fã. Sei lá. Diferente. Até demais.

Fotos Agência Fotosite

O que se viu foram formas retas em vestidos fluidos e estruturados, bordados elaborados e estampas que remetiam à inspiração (o luxo aristocrático dos czares russos), muito veludo de seda, recorrentes interferências de transparências, conjuntos ao estilo pijama, tons de beges, vermelhos fechados, preto, branco e verde musgo, casacos e vestidos secos com ombros estruturados. Um amigo chegou a comentar que parecia uma mistura de anos 20 com 70 - e eu concordei.

Fotos Agência Fotosite

O que mais gostei?! Os tricôs de marabu, os vestidos fluidos de cintura baixa, a excelente escolha das nuances de bege e a beleza limpa e chique. Mas ainda fico com uma Animale mais audaz, mais Priscilla e menos referencial às tendências de outras plagas.

Related Posts:

  • Nenhum post relacionado

Deixe um comentário