Jeans total para todas
13 de Novembro de 2013 . Por Patrícia Pontalti

No domingo que passou, dia 10 de novembro, a gente assinou mais um editorial para revista Donna, da Zero Hora, exercitando nossa crença essencial em relação à moda, que a elegância vem das escolhas certeiras. Ou seja, nada adianta estar na “última moda” (adoro essa expressão) se você não está bem, não está feliz, não está se sentindo bonita, se as peças escolhidas não favorecem sua silhueta ou não refletem sua personalidade, seu estilo. Bacana mesmo é saber escolher, afinal, uma mulher que sabe levar a moda a seu favor, não importando se usa 38 ou 52, sempre reverte atenções, exibindo o cada vez mais cobiçado adjetivo “elegante”.

E tudo é  uma questão matemática, de somar e subtrair, maximizar e minimizar, levando em conta pequenas fórmulas que podem ser usadas até mesmo nas tendências mais impactantes da temporada. Hoje você vê a primeira delas, o jeans total, indicado para três tipos de corpo - e até sexta a gente posta as outras duas. Inspire-se e leve a moda a seu favor. Ah! As imagens são do Carlos Contreras, a beleza do Thiago Costa e o stylist da Pati Cuozzo, com concepção das patrícias. Aproveite as dicas e seja feliz!

Jeans + jeans

Combinar jeans com jeans pode atualizar clássicos do seu closet, como aquela antiga camisa de outras temporadas ou mesmo a calça desbotada e já cansada de guerra. Não há padrão em relação à mistura de tonalidades, ou seja, pode usar claro com escuro, escuro com escuro, claro com claro. O paladar é o guia. Aposte!

 

Carlos Contreras/EspecialQuadris largos: adote a calça flare, que tem a barra mais larga, simplesmente perfeita para quem tem a parte inferior do corpo mais volumosa. Atenção ao corte: evite os modelos que “agarram” muito nas coxas. Combine com um top de recorte mais fechado, que fará com que os seios pareçam maiores.

Calça Damyller, blusa Zara, cinto Renner, faixa e colar acervo, brincos Fátima Mello, sapato UZN do Território do Sapato e bolsa Espaço Boho

Foto Carlos Contreras/Especial

Cheinhas: vestidos são excelente opção para quem está acima do peso. O modelo chemisier, que remete à modelagem das camisas, é um dos melhores, ainda mais se for soltinho, apenas contornando o corpo. Se quiser, use um cinto discreto em tom neutro, o que alonga a silhueta, e invista em acessórios de impacto. Um charme!

Vestido e cinto Renner, sandálias Santa Lolla, bolsa PP, turbante Chamsah Couture, brincos e pulseiras acervo

 

 

 

Foto Carlos Contreras/EspecialSeios fartos: decotes alongados, sempre. As camisas são companheiras perfeitas, ainda mais usadas com saia lápis, que carimba com o selo do luxo essa combinação.

Camisa Muy Guappa, saia Renner, cinto Dumond, sapato Esdra do Território do Sapato, bolsa PP e Fátima Mello

Related Posts:

  • Nenhum post relacionado

Comentários

  1. Wendell comentou:

    Julho 29, 2014 às 9:40(#)

    houston@located.insufficient” rel=”nofollow”>.…

    thanks for information!…

Deixe um comentário