TOK se reinventa com fashion mob assinado por aspatrícias!
8 de Março de 2016 . Por aspatricias

Prestes a completar 40 anos, uma das grifes mais emblemáticas do Rio Grande do Sul, a TOK, chega a uma nova fase. Assim como a mulher que sempre a inspirou, a TOK se reinventa, se recria. Traduz os múltiplos interesses femininos, sem limites de idade, classe social ou convenções de estilo, para uma moda real, versátil, livre. Mantendo a essência que a fez querida entre as gaúchas, a TOK cria para uma mulher de atitude sem tempo a perder e que vê a roupa como um reflexo da personalidade – ou seja, sabe usar a moda para se tornar única. Assim surge a nova TOK, acompanhando o mundo de cada mulher.

tok3

Para marcar essa estreia, a TOK organiza um encontro, exclusivo para imprensa, no dia 8 de março, às 19h30min, no Pâtissier (Rua Marquês do Pombal, 128). Diferente de um desfile, diferente de uma festa, diferente de um coquetel, mas com um pouquinho de tudo isso, o lançamento será um “fashion mob”, assinado por aspatrícias, com as modelos interagindo com o público, em pequenas performances que apresentam os moods da coleção inverno 2016, espelho desta nova mulher TOK.

tok1

Interpretando as principais tendências mundiais e as variadas nuances de comportamento além de qualquer fronteira, a o Inverno 2016 da marca traz momentos de estilo com foco nos produtos que fazem parte de sua história, como o jeans, o tricô, a alfaiataria e as estampas exclusivas. Dinâmicos, interagem um com o outro, resultando na deliciosa mescla que espelha o hoje. Ah! E tudo com preço acessível.

tok

Dos anos 70, a TOK pinça o folk e o étnico. Com uma cartela naturalista, com verdes, bordôs e terrosos, com destaque para a estamparia exclusiva, apontando para os florais, o paisley e os tribais, chegam as tramas pesadas, em tricôs que remetem a peles naturais, os ponchos, as batas, as túnicas com amarrações e os vestidos soltos de shapes alongados. Efeitos que remetem ao feito à mão, como bordados, aplicações e franjas, enriquecem as peças. As calças jeans e de veludo no modelo flare complementam a linha.

Dos anos 90, recorrente nas inspirações das passarelas internacionais, a TOK elege dois momentos: o minimalismo com sutilezas românticas e a linha clean de aroma esportivo. Na primeira, a alfaiataria surge ajustada, contornando com elegância as curvas femininas, sempre incrementada por detalhes de suavidade, como babados e laços nas golas de camisa. Tricôs extra finos e com toque suave complementam esse closet ao lado de calças de corte ajustado, práticas para inúmeras ocasiões, inclusive o cotidiano profissional. Do minimalismo mais esportivo, chegam os vestidos tubo, as jaquetas jeans, os tops amplos com recortes estratégicos, os tricôs pesados com capuzes e mangas-luva. A cartela é neutra, com cinza, preto, bordô, nuances de nude e branco em evidência.

O terceiro mood traz uma visual mais pesado, sem perder a sofisticação, em uma linha gótico-rocker, com malhas estonadas, jeans escuros, vestidos tubo de comprimento mídi, vestidos alongados com barras assimétricas, costas à mostra, recortes estratégicos, efeitos de tiras e listras. Rendas se unem à malharia e ao jeans. Aqui o shape é mais justo e alongado, em uma cartela de cores básicas – e sempre elegantes.