Tendências para o verão da SICC
25 de Maio de 2017 . Por Patrícia Parenza

O Salão Internacional do Couro e do Calçado, que agitou a Serra gaúcha esta semana, trouxe novidades que prometem impactar o estilo do próximo verão. Lojistas de todo o país foram a Gramado com objetivos bem definidos: conhecer os principais lançamentos nacionais em calçados e acessórios e encontrar boas oportunidades de negócios pelos corredores do Serra Park.

Foram 380 expositores, que juntos representaram 1600 marcas brasileiras. Além disso, houve uma grande participação do mercado internacional. Mais de 200 importadores convidados vieram tanto da América Latina quanto de regiões da Europa, como Espanha, França e Romênia. Os resultados da feira realmente surpreenderam os organizadores e expositores, que esperavam cautela dos varejistas pelo momento político do país. Entretanto, o cenário foi o oposto: um crescimento de cerca de 18% no número de lojistas que participaram da feira - o que parece ter se revelado nas compras, mas os índices ainda não foram apresentados.

Passei por lá para conferir tudo de pertinho. Quer saber quais sapatos e acessórios que  vão dominar a moda quando o calor voltar? Vem!

Espadrille

O modelo, transformado em objeto fashion nos anos 1970 pelas mãos de Yves Saint Laurent, que acrescentou salto à alpargata, ressurge como peça desejo. A construção tradicional também é recriada de várias formas, em muitos estilos, do adorável lady like a despojados desfiados.

Espadrille Esdra

Tops e laços

Detalhes em nós e entrelaçados imprimem personalidade singular às produções, valorizando ainda mais a feminilidade e a delicadeza. Os laços foram repaginados com recortes e volumes estratégicos para a estação mais quente.

Sandália Copodarte

Juta e lona

A juta, a fibra natural, é um material ecologicamente correto e biodegradável. Em calçados, facilita a transpiração. Na onda das cores neutras e materiais mais rústicos, os tramados com detalhes ricos marcam presença e trazem um ar natural às peças.

Scarpin Esdra

Dourado

A cor vai estar por todo o lado. Se o prateado esteve mais presente nas últimas estações, o jogo parece ter virado, não é mesmo? O poder do gold ressurge triunfal e, no verão, ganha um tom mais amarelado e quente, colocando o brilho e a sofisticação em foco.

Sandália Dumond

Cetim

O brilho suave do cetim promete ser o grande protagonista do calor. Chega para imprimir glamour e modernidade nas composições, em uma variedade de cores.

Sapato em Cetim

Aplicação de flores

O chamado floral 3D é pura sofisticação até nos modelos mais simples e clássicos. Surge em tudo: calçados, cintos, alças e bolsas. Mistura texturas e volumes, garantindo um ar fashion aos acessórios.

Scarpin Copodarte

Babados

O efeito que torna praticamente arquitetônicas algumas peças de roupa desta temporada, em construções bem elaboradas, chega com tudo aos acessórios. Surge sutil, para propor romantismo, ou de forma impactante, mais ousado e volumoso.

Sandália Dumond

Bordados e estampas peruanas

O novo boho, inspirado no folclore peruano, é vibrante e divertido, com pompons dando o toque de humor aos acessórios - sim, eles seguem firmes e fortes.  Os bordados, principalmente os florais, surgem meio Gucci inspired. Adoramos!

Tênis Vizzano

Flatforms de juta

Fortes e imponentes, as flatforms têm lugar garantido nas produções da temporada, e os saltos recebem uma releitura rústica e sofisticada, em tons de madeira. Vêm confeccionadas com detalhes em lona, cortiça, corda e viras de couro.

Flatform Bebecê

Jeans

Presente em todos os closets, o jeans conquista os acessórios com detalhes de brilho, um novo aspecto ao tecido mais democrático do mundo. O tecido contrapõe a feminilidade das sandálias e sapatos mais delicados, resultando em um hi-lo certeiro.

Sandália Vizzano

Mules

O modelo, por anos sinônimo de demodé devido a saturação em décadas passadas, ressurgiu em 2017 de forma muito cool. A boa notícia é que as mais reticentes vão ter tempo para se acostumar, pois ela continua no verão - e continua com tudo!

Mules SICC

Franjas de seda

Já esqueceu dos slides de pele fake, estilo Rihanna para Fenty Puma? As franjas de seda chegam para substituir e atualizar a pele para o verão.

Slides Esdra

Pérolas

Pérolas nunca perderam o status de feminilidade e sofisticação, apesar de irem e voltarem esporadicamente. O fato é que elas agora aparecem nos sapatos e acessórios e, o que parece ser só detalhe, acaba fazendo toda a diferença.

Pérolas

Tênis bordados com muito brilho

Manda mais que tá pouco! Ainda não cansamos do brilho e ele continua iluminando nossas vidas. Somos pró-democratização do glitter!

Tênis

 

Ronaldo Franga lança coleção com a Kildare em Gramado
19 de Maio de 2017 . Por aspatricias

Ronaldo Fraga para Kildare/Divulgação

O estilista Ronaldo Fraga e a Kildare uniram-se em uma parceria inusitada. Os estilos, à primeira vista contrastantes, se misturam em calçados produzidos em couro. O resultado é uma coleção que sintoniza perfeitamente o mood clássico das criações Kildare com o olhar visionário de Fraga que destaca, entre tons e traços, a estética urbana e o universo do skate.

Quem estava de olho já deve ter visto o pré-lançamento no mês passado - inclusive, a gente acompanhou de pertinho no Grande Hotel Ronaldo Fraga -, mas agora o lançamento é oficial, nesta segunda-feira, durante o Salão Internacional do Couro e do Calçado (SICC), em Gramado, rola a coletiva de imprensa, quando marca e estilista recebem imprensa e formadores de opinião para apresentarem as criações.

A coleção cápsula evidencia a brasilidade e, com inspiração no lifestyle do skate, deu origem a peças únicas, confortáveis e com shape inovador. Os modelos contam com dois tipos de sola: abotinados e de cano curto. Já a cartela de cores é bem diversa, entre tons neutros, vibrantes e pastel, em propostas monocolor, bicolor e até tricolor, em contraste com prints com referências de arte das ruas. Os fechamentos variam entre atacadores, elásticos que se ajustam no pé e zíperes. São ótimas opções para homens que prezam pelo estilo e têm uma forte ligação com a moda urbana, vendo o modo de se vestir como uma forma de expressar sua autenticidade.

Reconhecido como um dos principais estilistas no que se refere à moda com DNA brasileiro, Fraga ainda compartilha sua experiência no segmento fashion, com detalhes de sua colaboração com a Kildare, em uma palestra que ocorre no domingo, na sala Rubi do hotel Serra Azul, em Gramado.

Salão Internacional do Couro e do Calçado 2016
23 de Maio de 2016 . Por aspatricias

feira-vai-fazer-a-diferenca-nas-fabricas_credito-dinarci-borgesComeça hoje, em Gramado, a 25ª edição da feira que já se consolidou como um dos mais importantes eventos brasileiros dedicados à indústria coureiro-calçadista. O Salão Internacional do Couro e do Calçado é a vitrine da moda nacional e atração de uma inteligência setorial, composta por grandes varejistas, indústrias, estilistas, jornalistas especializados e blogueiros de moda. E não tem como não ficar de olho neste evento que acontece até o dia 25 de maio, nos pavilhões do Centro de Eventos Serra Park. Afinal, é de lá que vão vir as principais novidades e tendências que veremos (e desejaremos!) nas lojas na próxima estação.

Promovido pela Merkator Feiras e Eventos, o SICC desde seu início apostou em uma fórmula que tinha tudo para dar certo: a união do turismo, sendo a feira realizada em um dos principais destinos do país, com a capacidade de gerar bons negócios tanto para a indústria quanto para o varejo. “Gramado é uma cidade encantadora e que nas últimas décadas se preparou para receber bem uma enorme quantidade de pessoas. Tem uma infraestrutura fantástica, sem perder o clima acolhedor. Mesmo assim sempre tivemos em mente que as nossas feiras precisavam, além desse charme, de efetividade. Era necessário que as feiras promovessem negócios e conquistassem a representatividade setorial, e felizmente atingimos esse objetivo”, explica o diretor da Merkator, Frederico Pletsch.

Além do impacto no varejo nacional, o SICC também foca em negócios globais. Grupos de importadores dos cinco continentes visitam a feira a convite da promotora, através do projeto Grupo de Importadores. Neste ano, eles chegam a Gramado em número recorde: serão mais de 200 compradores estrangeiros, número que demonstra o forte interesse no produto brasileiro. “Uma das nossas novidades será um espaço exclusivo para estes profissionais - Espaço Importação, onde poderão trocar informações e intensificar relacionamentos, além das tradicionais visitas de negócios nos estandes”, comenta o diretor.

Espaços de sucesso também se mantêm. A Estação3 que tem a praticidade e a comodidade de um shopping, estará ainda mais charmosa nesta edição. Os estandes coletivos dos principais polos calçadistas voltam este ano com dupla finalidade: garantir a presença de empresas de menor porte na feira, além de apresentar opções de novos fornecedores para o varejo especializado. Estas novidades se associam ao espaço MStore, uma loja inteligente com tecnologias para vender melhor.

New Designers RS na Fenim
28 de Janeiro de 2014 . Por Fernanda Cassel

Um dos espaços da Fenim (Feira Nacional da Indústria da Moda), que se encerrou semana passada, em Gramado, merece uma menção especial, já que por si só é um grande achado: o New Designers RS.  Dedicado aos novos talentos do Rio Grande do Sul,  é uma verdadeira vitrine para quem está começando no mercado. Nesta edição, oito designers apresentaram uma seleção de peças de coleções, revelando o trabalho e inspirações. Conversei com alguns deles e, claro,registrei o que mais me encantou  nas apostas de cada um. Vem comigo!?

Fotos Theodoro Salazar, Dani Bello e Ritha BragaTeodoro Salazar apresentou uma coleção cheia de vida e cor, com destaque para peças com cara de balada. O vestido feito de uma malha mais pesada, modelagem justa ao corpo e estampa com gostinho de Versace vintage chamou a atenção. A marca Dani Bello, que já tem dois anos no mercado com foco em roupas de festa, abre espaço para o brilho e os tecidos mais nobres. A coleção de outono/inverno 2o14 foi inspirada no rock britânico dos anos 60, com cortes retos e muito preto e branco, como o casaquinho da foto acima. Uma grife que chamou a atenção não apenas pelas criações, mas, sim, pelo conceito eco foi a Ritha Braga, que .trabalha com matéria-prima descartada de outras indústrias, como escamas de peixe, pedaços de persiana e até sacolas de supermercados. O cuidado com as peças vai além da escolha do material, com parte da produção realizada na Penitenciária Madre Pelletier e o tingimento das “biojoias” (como a marca chama as bijus ecológicas) realizado com beterraba e erva mate, ao invés de tintas industrializadas.

Fotos Alice Costi e Rafael Bernardes

A Alice Costi é uma marca que viu no couro a área de atuação, com jaquetas, vestidos, bolsas e acessórios. As peças são femininas, sem aquele look pesado que o couro às vezes confere, como você pode ver na peça que a própria Alice estava usando. Ela nos contou que deu uma diminuída no comprimento para imprimir mais leveza ao vestido, que no inverno surge mais longo, como o modelo branco na foto central (acima). Já a marca de Rafael Bernardes tinha seu nicho em um produto em especial, as bolsas. Os modelos do tipo sacola, despojados e versáteis, carregavam estampas em serigrafia (como a da caveira acima) e padronagens feitas em máquina de costura.

Griffo, Folklore e Me MirasEntre as minhas favoritas, não apenas em criação, mas como proposta, aponto a Griffo, que já deixava evidente a preocupação com o meio ambiente já no próprio estande, decorado com cavaletes de madeira reaproveitada, destacando o espaço sem tirar a atenção das bolsas. Na verdade, tirar a atenção das bolsas da Griffo seria difícil! As peças são vibrantes, com diferentes texturas em cada bolsa, com destaque para o forro dublado, técnica vinda da indústria calçadista, herança dos designers da marca, que fizeram faculdade de design de calçados. A Folklore, já nossa conhecida aqui no site e com suas camisas fofas fazendo sucesso em Porto Alegre, trouxe o clima dos festivais de música, principalmente pelas estampas utilizadas e até mesmo pela campanha da coleção, bem dreamy, deliciosa. E por fim, a Me Miras apresentou a coleção Taj Mahal, inspirada no mausoléu indiano, cheia de bordados ricos, couros trabalhados em texturas e cortes que valorizam a forma feminina. A saia lápis da Me Miras, por exemplo, tem um jogo de cores perfeito para arrematar a silhueta, com um color-blocking escuro mas nada básico. Eu adorei.

Achados da Fenim
24 de Janeiro de 2014 . Por Fernanda Cassel

A Feira Nacional da Indústria da Moda (Fenim), que se encerrou nesta sexta-feira, em Gramado, é um exemplo de como as cobiçadas tendências das passarelas internacionais são traduzidas cada vez mais rápido pela moda nacional. Voltada a lojistas do Brasil e - por que não?! - do mundo, a feira traz muitas novidades da temporada em questão, neste caso, o inverno 2014, que podem vir na forma de um tecido único, manequins diferenciados ou peças novas para os estoques. Como as coleções exibidas eram para o frio, já era de se esperar uma invasão de tricôs e couros, mas, entre os 600 expositores (sim, tudo isso) desta 18ª edição, também se pode encontrar achados dos melhores. E a gente foi a procura exatamente deles.

Fotos Mais Um - FENIM 2014

A marca paulista Mais Um tinha uma vasta coleção, explorando tendências diferentes, com rendas, couros, calças flare, meio boho, meio rocker… Enfim, era um potpourri de inverno! Mas os blusões de malha bem macia, os incensados jumpers, chamaram a atenção, com a modelagem grandalhona, daquelas que deixa a produção relax (e olha a estampa “missônica”, não é fofa?). Outra peça que rolou uma vontade foi o blusão preto com bordados em dourado, bem luxo!

Fotos Viviane Furrier, Skin Jeans e Fio Sul.

A estampa do vestido da Viviane Furrier recebeu o nome de águia: são asas em tons metalizados e, se olhar de pertinho, se percebe uma textura de escamas nas penas. O tecido é leve, e a modelagem é daquelas que valoriza todos os corpos, reta e sequinha. Agora algo que eu nunca tinha visto me surpreendeu na Fenim… aquela jaqueta jeans perfecto da foto aí de cima…. E se eu falar que ela não é jeans, mas,  sim, couro? A peça, da marca cearense SkinJeans, tem a textura e o estilo do jeans, com conforto e caimento de um couro de carneiro bem maleável. O stand possuía várias peças nesse material, como saias, macacões e tops, porém essa jaqueta era o que tinha de mais bacana. Falando em textura, uma que estava por tudo na Fenim era uma aplicação metalizada por cima dos tricôs, como no blusão acima da Fio Sul. O efeito não é uma grande novidade, porém, não deixa de ser um detalhe muito bacana para uma produção mais básica.

Fotos Daniela Tombini e Lua Luá

Um dos pavilhões da feira era dedicado às lingeries, mas como usar peças íntimas, vide camisolas, em produções do dia-a-dia promete pegar fogo na próxima estação, eu já apurei o olhar para peças que não se limitassem ao quarto. A catarinense Daniela Tombini (marca que participou do SCMC, que já falamos aqui no blog) tinha na coleção uma camisola animal print que imaginei com uma meia calça bem fechada, um sapato pesado e um casacão! Uma blusa com estampa de correntes, de cetim com stretch, da mesma marca, era parte de um conjuntinho de pijamas, porém podia muito bem ser uma blusa de festa. Uma marca que estava bem antenada nessa onda das peças íntimas inseridas no cotidiano era a Lua Luá, que, inclusive, estava lançando uma linha com elementos de lingerie e pijamas (como as estampas e materiais), mas com o intuito de serem utilizadas como peças de roupas normais, como a blusa acima.

Foto Mel Ramalho

E por fim, um stand que deu show em termos de tendências para o inverno 2014 foi o da marca Kissaman by Mel Ramalho. Os moletons (já viram que esse inverno vai ser deles, né?) apareceram com bordados, aplicações em lantejoulas e couro, modelagem oversized… E a peça que não saiu da minha cabeça após a feira foi a jaqueta bomber da marca, de estampa floral e fundo escuro, com os punhos, gola e barra em um tecido tipo couro. Pouco linda? Adorei, adoramos.