As semi-joias inspiradas na natureza de Fabiane Montemezzo
21 de Junho de 2017 . Por aspatricias

A caxiense Fabiane Montemezzo lança hoje a segunda coleção de semi-joias autorais. Chamada Platun, os modelos serão apresentados a partir das 17h, na Cubo Galeria de Arte Contemporânea, em Caxias do Sul. A designer inspirou-se nos plátanos, árvores típicas do outono-inverno gaúcho, para criar a cartela de cores das peças, que utilizam como materiais as pedras brasileiras e a madeira.

Fabiane Montemezzo/Divulgação

A coleção ganhou um ensaio de moda, em meio à natureza, produzido por Marina Duda Martini, com fotografia de Tuany Areze. A modelo Laura Zorrer deu vida às peças com formas geométricas que deram vida às assimetrias improváveis. Tudo muito lindo.

Fabiane Montemezzo/Divulgação

Conhecida no mercado criativo de produção de acessórios há três anos, Fabiane tem como prioridade trabalhar com produtos extraídos da natureza. As formas orgânicas e contemporâneas são constantes em todas as suas peças. Já o processo de criação foi baseado em pesquisa de tendências mundiais, em grandes nomes da moda e na adaptação desses conceitos em sua forma de produção. Mais informações pela página do Facebook @fabimontemezzo.

 

 

Joalheira contemporânea Iris Eichenberg expõe na Galeria Alice Floriano
12 de Junho de 2017 . Por aspatricias

Eichenberg/Reprodução

Tem exposição nova chegando na Galeria Alice Floriano de São Paulo. Das 14h às 19h, quem passar pela Rua Wisard 397, na Vila Madalena, vai poder conferir a mostra Rizoma, que inaugura amanhã uma seleção das peças da artista alemã, Iris Eichenberg. Criadora de ornamentos não necessariamente bonitos, a joalheira, radicada nos EUA, faz adornos com seu modo de beleza único e ocasionalmente desconcertante, apresentados até o dia 5 de agosto na Galeria.

Misturando procedimentos de alta tecnologia com técnicas manuais tradicionais, algumas séries exploram a interdependência dos sentidos, desfocando os limites entre corpo e adorno. Outros usam objetos arquetípicos e formas familiares para expressar sentimentos.

Eichenberg/Reprodução

Alice Floriano criou a galeria homônima em 2015, em Porto Alegre, com o objetivo de disseminar e promover o adorno como movimento artístico e expressão cultural na capital gaúcha. Mais do que reunir joalheiros nacionais e internacionais em um lugar, o local tem a curadoria de produtos feita por Alice de forma minuciosa, prezando pelo conceito, percurso do artista e coerência aliada a excelência técnica. No final de março, foi inaugurado um novo espaço em São Paulo, onde ocorre a exposição de Iris.