As Patrícias e Patrícia Motta
21 de Janeiro de 2015 . Por aspatricias

Minas Trend estreia o inverno 2015
7 de Outubro de 2014 . Por aspatricias

Fotos Agência Fotosite/Divulgação

Um dos eventos mais influentes do calendário nacional da moda, o Minas Trend chega a 15ª edição apresentando as novidades para o inverno 2015 em primeira mão no Brasil. Na noite de abertura, nesta segunda-feira, o stylist Paulo Martinez, um dos nossos favoritos, editou com mão certeira o desfile coletivo, que reúne 68 marcas que participam da feira de negócios sob um único tema, que nesta estação veio inspirado pela essência do MT: “Nós, Hoje, Sempre”, um olhar do futuro sob as premissas culturais do passado. Assim os 36 looks que cruzaram a passarela revelaram traços das etnias que fizeram o país. Em excelente decisão, todos os looks surgiram em composições de preto e branco, com destaque para o já tradicional feito à mão mineiro, revelado em tramas, texturas, bordados, detalhes. Acessórios imponentes, outra característica da moda de Minas, definiram as composições, em um delicioso, por ser bem pontuado, exagero. A atriz Letícia Sabatella declamou um poema sobre a união do passado com o presente e futuro antes das modelos entrarem em cena. A atriz voltou na fila final e agitou o desfile ao som de  ’Age of Aquarius’. Para encher os olhos, bem como deve ser um desfile deste formato, no qual o mais importante é o conceito do que o produto em si.

Fotos Agência Fotosite/Divulgação

Desejos do inverno
24 de Novembro de 2009 . Por Patrícia Parenza

Esta é a quinta e maior edição do Minas Trend Preview, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) para revelar criações com etiqueta ‘made in Minas’. Considerado uma plataforma de pré-lançamentos da moda brasileira, o evento cresce a cada temporada, hoje reunindo148 expositores, o dobro da edição de estreia. Além da feira, que acontece no Alphaville, na Lagoa dos Ingleses, há desfiles individuais de 18 grifes e várias apresentações coletivas diariamente. E são esses desfiles coletivos que sintetizam as tendências para a próxima temporada, já que reúnem vários expositores em um único show. Já no do primeiro dia, ficou clara a força que o preto resgata para o inverno 2010.

Além do preto, muito cinza e um pouco de nude. Nada de muito novo. De fato, tudo é consequência dos lançamentos internacionais, que revelam uma mulher forte, roqueira, às vezes quase punk. Os vestidos coquetel, confirmados como melhor opção para a noite também dos dias frios, se embalam na onda arquitetônica da moda, surgindo repletos de recortes e cortes geométricos.

Preto e geometria em tudo, como neste desfile coquetel desfilado por Ana Cláudia.Curtos e justos, os vestidos têm pegada roqueira

O comprimento é megacurto, e os calçados compensam e contrastam, com saltos altíssimos - a média é 10 centímetros, mas alguns chegam fácil aos 15 - socorro!!! Mas, dizem, são superconfortáveis em função da meia pata. Ah! Outra tendência externa que foi bem absorvida pelos criadores nacionais é o solado tratorado, que se assemelha ao das botas de tracking e ganhou fama ao surgir na influente passarela de Balenciaga. Um casaqueto ou vestido com manga “pagode” (com ombreira e pontudinha) também será objeto de desejo na estação do frio. A jaqueta perfecto/biker se mantém com força, aparece em vários tecidos, inclusive, claro, no clássico
o couro.

os sapatos pesados e os saltos "tratorados" contrastam com os curtos Ombreiras pontudas e jaquetas biker, de todos os tipos

Ombreiras pontudas e jaquetas biker, de todos os tipos

E as tachas e um pouco de romantismo também vai dar o tom do inverno com muitos babados, laços e cintura bem marcada. E como BH é a terra da malha com design, as criações estão cheias de drapeados, enrugados sobreposições com muito brilho e excelente modelagem e caimento.

Paetês e tachas por tudo, da roupa ao acessório

Um sutil romantismo começa a surgir, contrapondo o peso coletivo

Os expositores estão bem felizes, realizando excelentes negócios para os mais de 450 compradores do Brasil e do exterior que devem visitar a feira até sábado. A quinta edição do Minas Trend Preview comprova que o evento já é imprescindível para o calendário da moda brasileira.

 

 

 

Por Patrícia Parenza Viajou a convite do Minas Trend Preview/

Fotos Márcio Madeira/Divulgação

Feito em Minas
24 de Novembro de 2009 . Por Patrícia Parenza

Serão 18 desfiles individuais que fazem parte do calendário oficial da moda mineira, o Minas Trend Preview, que se realiza até sábado, em Belo Horizonte. No primeiro dia, foram seis. Confira.

Celso Afonso

O também arquiteto mineiro se valeu da estética rocker, que, mais uma vez, foi o fio condutor de uma coleção na semana de moda mineira. Com inspiração nas ruas e na arte da tatuagem, o estilista apresentou bolsas bem interessantes. Uma inovação foi o trabalho de tatuagem no couro. Os destaques da coleção ficam por conta da bolsa com spikes gigantes, a megabolsa de pele de ovelha e as em formato de guitarra.

O diferencial das bolsas de Celso Afonso

Chouchou

Segunda marca da Patachou estreou na passarela com uma coleção leve e divertida. Direcionada às meninas jovens e antenadas, apresentou uma coleção um pouco romântica, com saias balonê, babadinhos e laços, mas também um pouco roqueira, com microssaias, shortinhos de cintura alta, tachas e saltos bem altos. Tudo bem fofito e atendendo ao desejo da menina de hoje de ser sexy e romântica.

Coleção leve e divertida

Última Hora

Estreou com uma pegada setentista. Uma coleção hippie contemporânea com muita sobreposição de tecidos finos e malhas formando várias camadas com muita leveza. Bonito, porém nada novo.

Pegada setentista da Última Hora

Mary Design

A designer mineira fez o desfile mais bacana do primeiro dia de evento. Inspirada na culinária, principalmente a italiana, ela propôs uma brincadeira com golas de tubos de penne e veludo, com microlaços em formato de farfalle, com gelo em molde de conta de resina em belíssimos colares transparentes. As bijus são exuberantes com uma volumetria inovadora de trançados e torcidos em mescla de tecidos, metais, argolas. Tudo muito rico e com construções luxuosas. Segundo Mary, a coleção faz um apelo ao tato: “as peças carecem ser tocadas, sentidas, desejadas, assim como o que comemos.”

Moda inspirada na culinária

Vivaz

Apresentou divas da era disco e dos anos 80. Tudo com muito brilho, bordados em cristais, brocados, flores, laços e pingentes. E tudo ao mesmo tempo agora. Vestidos de festa para uma mulher poderosa, sexy e exuberante. Pena que o casting era de new faces e elas não conseguiram carregar tanto poder na passarela.

No embalo dos anos 80

Faven

A grife acertou muito na cartela de cores: vermelhos e rosas juntos. A combinação da malha com a seda também funcionou muito bem nos vestidos curtos em malha com mangas tipo “minnie” de seda sob as malhas. Os coletes desestruturados e assimétricos em malha também apareceram, junto às franjas localizadas ou em saias inteiras. A sobreposição foi bem forte em tecidos finos, dando uma cara de homeless-chic.

Muito vermelho e rosa na coleção da Faven

Por Patrícia ParenzaViajou a convite do Minas Trend Preview

Fotos Márcio Madeira/Divulgação

Destaques do MTP
24 de Novembro de 2009 . Por Patrícia Parenza

No segundo dia do Minas Trend Preview, que se realiza até sábado em Belo Horizonte, mais seis desfiles individuai apresentaram as tendências para o inverno 2010. Os destaques foram Alessa, Patricia Motta e Squadro.

Alessa

A estilista e publicitária carioca foi uma surpresa e tanto. O espírito brincalhão e divertido que a fez conhecida transformou-se em sofisticação e elegância - em tempo: hoje, 50% da produção de Alessa está comprometida com a exportação para quatro continentes. No inverno, apresentou uma coleção bem leve com foco em vestidos de seda pura com estampas em variações do gelo - algumas pareciam imagens de caleidoscópio. A modelagem dos vestidos deixa qualquer mulher elegante: soltinhos e na altura dos joelhos. A maioria tem detalhes de paetês gigantes que formam desenhos e contornam as estampas. Os modelos longos apresentam torções na frente, dando uma cara 70 chique. Um luxo só!

Coleção sofisticada e divertida

Squadro

Uma das grandes novidades da moda mineira, a grife apresentou uma bela coleção no MTP. É impressionante o trabalho com o tricô, primoroso e de extremo bom gosto. O tricô toma forma de tecido plano, ganha profusão de babados, se transforma em saia tulipa construída com camadas na diagonal. Tem tricô plastificado, em mangas drapeadas, como casaco 7/8 com babados na barra. E aquela combinação que é a cara da estação: ombro estruturado, cintura marcada e microcomprimento. Porém, tudo em malharia. Fantástico!

O trabalho minucioso do tricô

Patrícia Motta

A mineira Patrícia Motta fez um trabalho em couro como poucos. A sua matéria-prima vem do carneiro e, boa notícia, pode ser lavada com água. O aspecto é de tecido, e desta forma ela traduz em couro tudo o que se faz com o tecido plano. Uma maravilha! Na coleção do inverno 2010, traz lindos vestidos curtos com sobreposição de babados em tons leves. Tem couro rendado, plissado e enrugado. A clássica jaqueta perfecto/biker e a calça saruel vem em chamois. E para valorizar ainda mais o nobre couro, Patrícia provoca o desejo feminino com peças bordadas, texturas estonadas e macramês altamente trabalhados. O vestido longo com camadas e camadas de babados é um dos hits desta coleção. A imagem que fica é de uma mulher sexy, poderosa, luxuosa e muito original. Todas as peças são objetos de desejo.

Vestidos curtos e sobreposição de babados

Por Patrícia Parenza Viajou a convite do Minas Trend Preview

Fotos Márcio Madeira/Divulgação