Coleção da Convexo aposta em street minimalista
6 de Junho de 2017 . Por aspatricias

A Convexo, marca gaúcha de calçados e acessórios em Porto Alegre, lançou modelos de um street minimalista lindos, lindos para o inverno deste ano. Além da coleção própria da label, o diferencial é que existe uma curadoria minuciosa por trás das diversas marcas que também estão disponíveis na loja.

Convexo/Reprodução

A linha própria foi produzida seguindo as tendências mundiais em calçados, em sintonia do que há de mais cool. Entre os modelos, slip-on detalhados com corte a laser, tênis delicados com laços, botinhas de canos médios e altos confortáveis - a gente amou tudo. Além disso, a marca tem produção totalmente brasileira, com fornecedores superespecializados dos dois principais pólos calçadistas do país, o de Novo Hamburgo e o de Franca, em São Paulo.

Convexo/Reprodução

A Convexo nasceu em 2006, buscando atender as expectativas de um público jovem e bem informado que usa as tendências de moda a seu favor, sem abrir mão de conforto, personalidade e estilo. Entre as marcas disponíveis na loja, estão Converse All Star, Vans, Nike, Ked’s, Melissa, Havaianas, New Balance, Crocs, Perky, mochilas Jansport, bonés New Era, entre outros. A coleção pode ser encontrada em todas as lojas físicas, nos Shoppings Iguatemi, Praia de Belas e Moinhos, e também através do e-commere convexo.com.br.

Convexo/Reprodução

 

Paris minimalista
10 de Março de 2010 . Por Patrícia Pontalti

Cada semana de moda tem suas particularidades. Nova York, por exemplo, é comercial, focada nas linhas diminutas do american way of life. Já Londres é sempre mais audaciosa, mais experimental. Milão é a essência do bem cortado, do bem feito e de uma sensualidade provocativa exercitada por nomes como Versace ou Roberto Cavalli. E Paris, como escreveu Hemingway, é uma festa, onde sempre é possível sonhar com imagens que encantam e provocam. Portanto, esperar linhas minimalistas de Nova York e até mesmo de Milão é como chover no molhado. Mas quando os criadores de Paris apostam no clean, é como se acendesse um alerta: fique de olho, isto é muitíssimo importante!

Já para o verão 2010, muitos designers que desfilam em Paris haviam investido em looks mais limpos, como Celine ou Stella McCartney - esta, uma das que tem o estilo na essência. Só que na semana passada, quando os criadores apresentaram as coleções do inverno 2010 por lá, a economia de linhas e formas se destacou ainda mais, sendo uma das correntes mais fortes da temporada. Até mesmo Alber Elbaz trouxe o tema para a Lanvin, é claro que pontuado por ondas de um elegante tribalismo, que, pode-se dizer, está nas origens do criador nascido em Marrocos.

O minimalismo de agora surge aliado à tecnologia de materiais, inclusive dos couros e vinílicos, vem com pitadas de referências orgãnicas, principalmente nas formas mais arredondadas de mangas e detalhes, e tem uma cartela que pode fugir ao convencial, embora muitas vezes fique entre o preto, o cinza e o branco. Flertando com o atemporal, o minimalismo é o contrário da simplificação. Sim. Por mais que as formas parecem simples ao primeiro olhar, revelam uma intricada e exímia construção. Confira algumas apostas.

 

Coleção Stelle McCartney/Fotos Reprodução

 

A coleção Stella McCartney tem linhas limpas, polidas e elegantes, adjetivos que para o influente style.com sintetizam a temporada. Observe o jogo das lapelas, ora diminutas, ora inexistentes. O mínimo de Stella também é maxisexy, com pernas bem à vista e alguns decotes Vs profusos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Looks Lanvin/Fotos Reprodução

 

Albez Elbaz mescla rigorosos traços arquitetônicos a um tribalismo contemporâneo. O look é simples e feroz ao mesmo tempo, comprovando a complexa mão criativa de Elbaz. Nas fotos, dois exemplos mais limpos da coleção, que no decorrer vai ganhando ainda mais elementos tribais, como bordados, metais e colares. Repare que os ombros têm destaque diante de um quadril um tanto afinado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Looks Givenchy/Fotos Reprodução

 

Riccardo Tisci, para Givenchy, pontua o clean com doses de sensualidade e drama, como nas rendas e transparências que casam com ternos de paletós curtos e calças ajustadas. Ou seja, um minamalismo em sintonia com a própria essência um tanto gótica do criador.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Looks Celine/Fotos Reprodução

 

Phoebe Philo usou palavras como forte, poderoso e reduzido para definir a segunda coleção que assina para a Celine. A maneira como trabalha em couro é um dos destaques, como nas imponentes t-shirts que já haviam dado o ar da graça também na coleção de verão. Agrada em cheio elegantes que vêem na simplicidade a maior forma de luxo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Looks Hussein Chalayan/Fotos Reprodução

 

O inverno Hussein Chalayan propõe uma espécie de viagem por estradas americanas, em mix de culturas e referências. A parte clean, é claro, se debruça sobre a metrópole Nova York, com a interpretação do mix urbano em paletós, hoodies e tênis.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Looks Chloé/Fotos Reprodução

 

A designer Hannah MacGibbon fez o nada ficar tudo na Chloé, em uma explosão de beges, dourados e caramelos - por sinal, a gente não se importaria em nada que o nosso sobretudo em tom camelo, peça-chave do inverno, fosse este da grife, né?! Outro destaque da coleção: as calças de cintura alta. Lindas!