Amarracanga se inspira no Peru para coleção de inverno
4 de Julho de 2017 . Por aspatricias

Amarracanga/Divulgação

As estampas peruanas foram a inspiração para uma coleção de echarpes bem bacanas da Amarracanga, grife especializada nesse detalhe tão essencial para incrementar o visual. Para este inverno, a marca gaúcha foi até o Peru para criar e compor as peças da coleção, que foram produzidas no Centro Têxtil Urpi, localizado em Chinchero, a 3.800m de altitude. Com uma variedade cultural encantadora em muitos aspectos, o artesanato peruano impressiona com suas geometrias em estampas, a partir de técnicas tradicionais de tecelagem. Isso sem falar da vasta gama de cores que surgem nos processos de tingimento natural. A cartela de cores envolve a sofisticação e leveza de tons suaves, como azul claro, nude e rosê, que contrastam em harmonia com tons terrosos, como caramelo, marsala e verde militar. O resultado é um um mix de cores lindas e compatíveis entre si.

Amarracanga/Divulgação

A coleção também conta com echarpes no mood rocker, com estampas xadrez, jeans e metalizados, além de skinny scarves em veludo molhado. Vale dar uma olhada na coleção completa no site da label, pelo link www.amarracanga.com.br.

 

 

La Tica, divertida e sustentável!
5 de Novembro de 2015 . Por Fernanda Cassel

Se tem algo que chama a atenção em uma marca é a maneira como ela trabalha a comunicação. Pode ser com conteúdo inovador, com humor, com curiosidades ou, no caso da La Tica, com lhamas. Como não achar, no mínimo, curiosa uma marca que tem esse bichinho todo trabalhado no desengonçamento como mascote? Ah, e não só mascote assim, para aparecer nas estampas e nas redes sociais, a belezinha é também a modelo da La Tica. Sim, é sério:

Foto La Tica

Acostumadas a ver uma enxurrada de novas marcas que se levam tanto a sério, é refrescante ver novidades como a La Tica, que, mesmo trazendo consigo causas super importantes, não tem medo de ser feliz enquanto o faz. A bandeira - colorida e estampada - da La Tica é a da sustentabilidade. Trabalhando com estamparia digital, própria e limitada - cada coleção tem suas padronagens, ou seja, se não aproveitou na época, já era. Como o processo de estamparia digital não produz efluentes, é considerado mais ecologicamente correto, além disso, as questões sociais e ambientais prometem sempre estar próximas à marca, como na ocasião do lançamento, na qual a estilista da marca, Thiana Pereira, realizou um recolhimento doações para o Projeto Sopão, em Porto Alegre.

A primeira coleção da marca chama-se América La Tica, e busca inspiração no Peru e nas cores e padronagens da cultura andina. Com estamparia exclusiva desenvolvida pela produtora multimídia Alana Boop Beulke, as peças já se encontram na loja virtual da marca.