A leveza das joias de Eduarda Brunelli
10 de Dezembro de 2014 . Por Patrícia Pontalti

 Foto Manoela D'Almeida/Bandits Graphics/Divulgação

O bom design que se revela em acessórios é excelente recurso para valorizar qualquer visual - ainda mais se ele partir de um estudo elegante de formas e materiais, como o faz a joalheira gaúcha Eduarda Brunelli, que conduz a marca homônima valorizando o feito à mão e a pesquisa profunda de metais, pedras e construções. Com linhas delicadas, suas peças, que já conquistam os clientes sob medida, chegam agora a primeira coleção, chamada Reflexos, que se apresenta sob uma leveza singular, característica primeira do trabalho de Eduarda.

 Fotos Manoela D'Almeida/Bandits Graphics/Divulgação

Eduarda começa na ourivesaria - pasmem! - quando tinha 16 anos, como um hobby curioso para uma adolescente. Foi paixão imediata. E as primeiras peças já vendidas para amigas. Só que o mundo gira - e Eduarda acabou deixando de lado a ourivesaria para cursar Administração. Mas amores mal resolvidos teimam em bater à porta, né mesmo?! E foi assim que há dois anos, a administradora voltou ao ofício que lhe encantou desde sempre, formando uma equipe de profissionais que a ajudam a produzir as peças de edição limitada. Paralelamente, voltou aos estudos de design, fazendo uma especialização em Fashion Product and Business na Lim College, em Nova York, e prevendo um mestrado sobre o assunto, tudo para se inserir ainda mais nesta área que faz seus olhos brilharem.

 Foto Manoela D'Almeida/Bandits Graphics/Divulgação

Todas as peças de Eduarda são feitas totalmente à mão por ela ou por algum dos ourives que trabalham junto à equipe da marca, sempre com metais de qualidade e pedras naturais. “Prezo muito a singularidade, o design e a leveza de cada joia. Todos os detalhes são pensados cuidadosamente para que a peça transmita algum sentido para os que a usam e os que a admiram”, comenta a desinger, de quem a gente já virou fã.