RS Moda reforça criatividade do mercado de moda gaúcho
14 de Julho de 2017 . Por Dialla Dornelles

RS Moda/Divulgação

Hoje o RS Moda se encerra com ar otimista e foco no fortalecimento da moda com assinatura gaúcha. Sim. Diante da realidade do mercado, onde o Rio Grande do Sul perde mais de 4 bilhões em vendas para a indústria de moda de outros estados, o evento foi uma excelente oportunidade para divulgar e mostrar que o que é produzido aqui tem qualidade. Dezenas de lojistas de pequeno e médio porte do interior visitaram os quase 50 designers, confeccionistas, marcas que mostraram suas coleções de verão 2017/2018 no RS Moda, proporcionando conexões e contatos.

Pelos corredores da feira, ainda pequena, mas que revela um grande potencial para uma primeira edição, teve muita tendência, design autoral e, o que chama a atenção, bastante foco em sustentabilidade. Ao entrar no evento, inclusive, o público se deparou com uma exposição de fotos ampliadas, tudo dentro do conceito de Alma Consciente. A gente circulou por lá e traz alguns destaques para inspirar você.

Os óculos lindos e sustentáveis da Preza

A label escolheu o RS Moda como primeira feira voltada a lojistas - até então, estavam sempre em espaços direcionados a público final. Com o DNA sustentável, o objetivo da marca na feira é se fortalecer aqui no estado, já que muitos lojistas, embora conheçam o selo, não sabe que ele é produzido totalmente no RS. A Preza faz óculos a partir da madeira, com corte a laser e acabamento manual. Durante o RS Moda, apresentou toques da nova coleção, como um modelo criado recentemente chamado Carmel. Em formato “gatinho” oversized, foi inspirado num bairro de Barcelona que dá tônus às novidades. Bem chique!

Atualmente, os óculos da Preza podem ser encontrados em várias lojas por Porto Alegre (Coletivo 828 e Pandorga, por exemplo), além de São Paulo e até Fernando de Noronha. Quem sabe depois do RS Moda, eles multipliquem os endereços, né mesmo?

Preza/Instagram

As estampas e tecidos cheios de cor da A. Mascarello

A marca estampa tecidos por metragem. Além de haver a possibilidade de o cliente escolher estampas da coleção própria, feitas a partir de uma pesquisa minuciosa de tendências, há a possibilidade para criar a própria padronagem. Ou, ainda, fazer um trabalho conjunto com o cliente, onde este vem com a ideia e os designers da Mascarello traduzem em cores e formas. Bacana, né? Paraíso para novos designers que enfrentam problemas com metragens mínimas, né?!

Isso tudo sem falar das 35 opções de bases para estampar. A gama de texturas é grande e vai desde tecidos nobres, fluídos e leves, até materiais adequados para calçados e decoração. Vale entrar em contato através do site http://www.amascarello.com.br/queromeutecido.

A leveza das formas da Carla Carlin

O que mais chama a atenção ao ver a coleção de verão é a fluidez das formas e as cores inspiradas na natureza. Ao toque, a leveza e resistência do tecido é notável. A estilista, que dá nome à marca caxiense, optou por reaproveitar resíduos de coleções passadas, e o resultado é que 30% da nova coleção foi produzida com tecidos que estavam estocados na empresa. O apelo sustentável é evidente.

A estilista também apostou em tecidos tecnológicos, como o Vitra, em casacos e capas ultra leves, impermeáveis e capazes de caber no em um bolso. Demais, né? As roupas podem ser encontradas na Concept Store, em Caxias do Sul, ou em lojas parceiras. Mais informações pelo site http://www.carlacarlin.com.br.

O beachwear sofisticado da Mareblu

A Mareblu fez o lançamento de sua coleção de verão 2018 no RS Moda, mantendo a personalidade sofisticada de biquínis, maiôs e saídas de banho. A marca tem duas linhas: a Mareblu e a Angelina. Direcionada a uma mulher mais jovem, a Angelina se inspirou em Capri, na Itália, para a próxima temporada. É interessante lembrar que a marca foi fundada há mais de 50 anos por imigrantes de lá, que juntaram seus conhecimentos em moda praia com a brasilidade daqui. O resultado são peças que imprimem elegância, mesmo na praia.

A Mareblu, por outro lado, focou a coleção na beleza da ágata. As estampas e cores remetem às formas, ondas e traços da pedra, tudo no mesmo princípio de requinte. Algumas peças, inclusive, possuem a própria pedra em detalhes que fazem toda a diferença. Adoramos. As peças podem ser encontradas no site http://mareblu.com.br.

A feminilidade das peças da Mary Lint

Texturas, babados, flores e rendas. Assim se traduz a coleção da Mary Lint. Com um viés sensual, as roupas da marca contam com vestidos de festa com acabamentos cuidadosos e olhar apurado para os detalhes. Os bordados imprimem sofisticação às peças, enquanto os recortes em linhas precisas dão o tom comercial e usável. O foco é na delicadeza, no romântico, em shapes que valorizam o corpo da mulher. Tudo bem contemporâneo. Pura elegância, adoramos!

As formas e geometrias dos acessórios da Fabiane Montemezzo

O RS Moda é a primeira feira que a label de Caxias do Sul participa. Inspirada na natureza, os acessórios são produzidos a partir de materiais como madeira e pedras brasileiras. As formas orgânicas e contemporâneas, aliás, são constantes em todas as suas peças. O design diferenciado, com formas geométricas que harmonizam entre si e resultam em adornos atuais e cheios de estilo. Para criar a cartela de cores da última coleção, a designer caxiense se inspirou nos plátanos, árvores típicas do outono-inverno gaúcho. Tudo muito lindo. Mais informações pela página do Facebook @fabimontemezzo.

Fabiane Montemezzo/Divulgação

TOK se reinventa com fashion mob assinado por aspatrícias!
8 de Março de 2016 . Por aspatricias

Prestes a completar 40 anos, uma das grifes mais emblemáticas do Rio Grande do Sul, a TOK, chega a uma nova fase. Assim como a mulher que sempre a inspirou, a TOK se reinventa, se recria. Traduz os múltiplos interesses femininos, sem limites de idade, classe social ou convenções de estilo, para uma moda real, versátil, livre. Mantendo a essência que a fez querida entre as gaúchas, a TOK cria para uma mulher de atitude sem tempo a perder e que vê a roupa como um reflexo da personalidade – ou seja, sabe usar a moda para se tornar única. Assim surge a nova TOK, acompanhando o mundo de cada mulher.

tok3

Para marcar essa estreia, a TOK organiza um encontro, exclusivo para imprensa, no dia 8 de março, às 19h30min, no Pâtissier (Rua Marquês do Pombal, 128). Diferente de um desfile, diferente de uma festa, diferente de um coquetel, mas com um pouquinho de tudo isso, o lançamento será um “fashion mob”, assinado por aspatrícias, com as modelos interagindo com o público, em pequenas performances que apresentam os moods da coleção inverno 2016, espelho desta nova mulher TOK.

tok1

Interpretando as principais tendências mundiais e as variadas nuances de comportamento além de qualquer fronteira, a o Inverno 2016 da marca traz momentos de estilo com foco nos produtos que fazem parte de sua história, como o jeans, o tricô, a alfaiataria e as estampas exclusivas. Dinâmicos, interagem um com o outro, resultando na deliciosa mescla que espelha o hoje. Ah! E tudo com preço acessível.

tok

Dos anos 70, a TOK pinça o folk e o étnico. Com uma cartela naturalista, com verdes, bordôs e terrosos, com destaque para a estamparia exclusiva, apontando para os florais, o paisley e os tribais, chegam as tramas pesadas, em tricôs que remetem a peles naturais, os ponchos, as batas, as túnicas com amarrações e os vestidos soltos de shapes alongados. Efeitos que remetem ao feito à mão, como bordados, aplicações e franjas, enriquecem as peças. As calças jeans e de veludo no modelo flare complementam a linha.

Dos anos 90, recorrente nas inspirações das passarelas internacionais, a TOK elege dois momentos: o minimalismo com sutilezas românticas e a linha clean de aroma esportivo. Na primeira, a alfaiataria surge ajustada, contornando com elegância as curvas femininas, sempre incrementada por detalhes de suavidade, como babados e laços nas golas de camisa. Tricôs extra finos e com toque suave complementam esse closet ao lado de calças de corte ajustado, práticas para inúmeras ocasiões, inclusive o cotidiano profissional. Do minimalismo mais esportivo, chegam os vestidos tubo, as jaquetas jeans, os tops amplos com recortes estratégicos, os tricôs pesados com capuzes e mangas-luva. A cartela é neutra, com cinza, preto, bordô, nuances de nude e branco em evidência.

O terceiro mood traz uma visual mais pesado, sem perder a sofisticação, em uma linha gótico-rocker, com malhas estonadas, jeans escuros, vestidos tubo de comprimento mídi, vestidos alongados com barras assimétricas, costas à mostra, recortes estratégicos, efeitos de tiras e listras. Rendas se unem à malharia e ao jeans. Aqui o shape é mais justo e alongado, em uma cartela de cores básicas – e sempre elegantes.

Fenim recheada de novidades
19 de Janeiro de 2015 . Por Fernanda Cassel

Foto divulgação Fenim

Começa amanhã uma das feiras têxteis mais importantes do Brasil, A Fenim. Em novo endereço, agora no Fundaparque, em Bento Gonçalves, o evento chega a 19ª edição com mais de 57 mil metros quadrados disponíveis para os expositores apresentarem os lançamentos do outono/inverno brasileiro. Serão mais de 1.500 marcas, cada uma com seu espaço diferenciado, prontas para receber visitantes, clientes e lojistas, que anseiam descobrir o que a estação mais charmosa do ano promete em termos de novidades, tendências e inovações na indústria da moda nacional.

Com a duração de três dias de evento, o lançamento terá um desfile de lingerie, apresentado pelo Salão Lingerie Brasil Sul e promovido pela Rhodia e pela Berlan. A noite de abertura da 19ª Fenim será realizada no Centro Histórico de Bento Gonçalves, no maior clima desfile-show.

Para apresentar as principais, um desfile com algumas das marcas expositoras se dará no segundo dia de evento, 21 de janeiro, misturando as apostas para o frio (afinal, o Sul tem essa característica climática distinta do restante do país) e também as delicias de vestir que serão o destaque de um inverno mais tropical.

Para saber mais sobre como participar da 19ª Fenim Fashion, que acontece até 23 de janeiro, acesse o site do evento: www.fenimfeiras.com.br

Gol… de Nietzsche!?
25 de Junho de 2014 . Por Fernanda Cassel

Durante a Copa do Mundo, no Armazém B do Cais do Porto, está rolando o Paradouro Gaúcho, espaço dedicado à comercialização de produtos que têm a cara do Rio Grande do Sul. Além da chance de tomar um mate e apreciar outras delícias do sul, quem visitar o espaço também poderá conhecer a loja Mosaico Sul, local onde alguns criadores da moda gaúcha expõem seus trabalhos. O espaço conta com um mix de produtos bem diversificado, que vai das bijuterias e bolsas à peças de roupa.

Foto reprodução Humanus

Uma das marcas que lançou um projeto bacana com a cara do Mundial, e pode ser encontrada no Mosaico Sul, é a Humanus, marca de camisetas porto-alegrense que têm como característica marcante um humor-cabeça estampado nas peças. A Copa do Mundo de 2014 levou os sócios Víctor Geuer, Bruno Gonçalves e Leonardo Barreiro, à buscarem inspiração na comédia de Monty Python para a estampa da vez. A esquete do grupo de humor inglês, escolhida para ser recriada na forma de ilustração, foi a “Partida de Futebol dos Filósofos”, que imagina um jogo de futebol em que a última das preocupações dos participantes é o esporte e tudo que o envolve.

Foto reprodução Humanus

Na inusitada estampa um time de futebol é composto por grandes pensadores como Kant e Nietzsche no ataque, Platão no gol e o papel de técnico ficou para Schopenhauer. As peças possuem uma modelagem que também veio dos campos, inspirada nos modelos retrô das camisetas de times - design assinado por Raquel Sordi, que também é a ilustradora do projeto.

Quem quiser conhecer o espaço Mosaico Sul e também conferir a divertida camiseta da Humanus, é só passar no Armazém B do Cais do Porto de segunda a sexta-feira das 11h às 22h e nos sábados e domingos, das 10h às 22h. Mas atente que o espaço vai só até o dia 29 de junho!

Bordados Criativos com Carlos Bacchi
7 de Fevereiro de 2014 . Por aspatricias

Foto divulgação Carlos BacchiEsta é imperdível para quem mora em Porto Alegre e é fã de trabalhos manuais. Carlos Bacchi, designer conhecido por suas peças delicadamente (e intricadamente) bordadas, compartilha um pouco do seu talento no  curso Bordados Criativos, que até então era realizado somente no ateliê do designer em Caxias do Sul. Nos dias 10, 11 e 12 de fevereiro, as aulas serão sediadas no LAB Monjuá, espaço dedicado a workshops, cursos e outros eventos de moda.

Foto divulgação Nia Projektua

O curso funciona como um intensivo em bordados, trabalhando com os alunos da concepção à prática, incentivando a criatividade na aplicação das técnicas com vidrilhos, miçangas e pérolas (materiais que estão inclusos no curso). A realização do projeto é do Nia Projektua, para mais infos sobre valores e horários das aulas é só enviar um email para eles no endereço cursos@niaprojektua.com.br.