True Gault: a marca de sapatos biometricamente adaptados
23 de Junho de 2017 . Por aspatricias

True Gault/Reprodução

Já pensou em um sapato personalizado para o seu pé? As pessoas não tem pés perfeitamente simétricos - e esse é o principal motivo dos problemas femininos com sapatos. Pensando nisso, a americana Sandra Gault lançou um aplicativo que permite que mulheres façam um exame 3D de seus pés a partir de seus Iphones. Fazendo o download do app e tirando uma série de fotos, é possível optar entre uma seleção de 20 estilos, além de escolher a cor e tamanho do salto. Depois, é só aguardar os sapatos biometricamente únicos chegarem da fábrica na Espanha, pelo preço de 250 dólares. Demais, né?

O app The True Gault  foi lançado na Apple Store em dezembro do ano passado, logo após a empresa ser aceita no programa de aceleração de crescimento do Google. Com seis empregados, sete investidores e um capital inicial de 1,3 milhões de dólares, True Gault é uma rara marca de sapatos que faz do conforto sua principal prioridade.

True Gault/Divulgação

A ideia surgiu para Gault em uma festa em Miami, quando sua amiga, ao experimentar um par de Jimmy Choo, reclamou de seus pés problemáticos. Era muito difícil encontrar sapatos adequados. Gault, uma autodenominada empreendedora serial, perguntou a amiga se estaria interessada em comprar sapatos atrativos feitos para acomodar seus problemas específicos com sapatos. A amiga ficou tão entusiasmada que passou o resto da noite falando com pessoas sobre a ideia. Ao final da noite, ela tinha uma mão cheia de cartões e pistas de tudo, desde opções de web designer até fábricas. Infelizmente, a entrega, no momento, é só para os Estados Unidos e Canadá. Vamos aguardar.

 

 

Coleção da Convexo aposta em street minimalista
6 de Junho de 2017 . Por aspatricias

A Convexo, marca gaúcha de calçados e acessórios em Porto Alegre, lançou modelos de um street minimalista lindos, lindos para o inverno deste ano. Além da coleção própria da label, o diferencial é que existe uma curadoria minuciosa por trás das diversas marcas que também estão disponíveis na loja.

Convexo/Reprodução

A linha própria foi produzida seguindo as tendências mundiais em calçados, em sintonia do que há de mais cool. Entre os modelos, slip-on detalhados com corte a laser, tênis delicados com laços, botinhas de canos médios e altos confortáveis - a gente amou tudo. Além disso, a marca tem produção totalmente brasileira, com fornecedores superespecializados dos dois principais pólos calçadistas do país, o de Novo Hamburgo e o de Franca, em São Paulo.

Convexo/Reprodução

A Convexo nasceu em 2006, buscando atender as expectativas de um público jovem e bem informado que usa as tendências de moda a seu favor, sem abrir mão de conforto, personalidade e estilo. Entre as marcas disponíveis na loja, estão Converse All Star, Vans, Nike, Ked’s, Melissa, Havaianas, New Balance, Crocs, Perky, mochilas Jansport, bonés New Era, entre outros. A coleção pode ser encontrada em todas as lojas físicas, nos Shoppings Iguatemi, Praia de Belas e Moinhos, e também através do e-commere convexo.com.br.

Convexo/Reprodução

 

Perky estreia acessórios para o frio
31 de Maio de 2017 . Por aspatricias

Perky Divulgação

Perky lança uma nova linha de acessórios com a chegada do inverno. A linha Leve Perky mantém o DNA de conforto e inovação da marca, renovando modelos clássicos com estampas e materiais inusitados. As linhas surgem minimalistas e simples para o frio, com o objetivo de ressaltar a personalidade, estilo e aconchego propostos pela label.

Os acessórios acompanham a coleção de calçados da marca e trazem bolsas, mochilas, clutches e pochetes de lycra e pelo. O brilho holográfico completa o mix inusitado para um inverno ousado.

Perky/Divulgação

A Perky Shoes nasceu em 2011 trazendo a reinvenção da alpargata de volta ao mercado. Atualmente, a marca possui uma grande variedade de calçados e acessórios em sua loja em Porto Alegre e em mais de mil pontos de venda pelo país. Os produtos também podem ser encontrados através do e-commerce pelo link perkyshoes.com.

 

 

Paola Fabris: arte em sapatos
19 de Setembro de 2016 . Por aspatricias

Criando um elo entre ousadia e brasilidade, a designer de calçados Paola Fabris se torna um novo nome a reverter atenções neste mercado cada vez mais criativo.

Ítalo-brasileira, assim como seu currículo, Paola é formada em design no Brasil e se especializou no Instituto Cercal de San Mauro Pascoli, na Itália. Durante a estada no exterior, estagiou em duas empresas na Emiglia Romagna, aprendendo técnicas artesanais de produção de calçados, uma experiência que trouxe juntinho na mala para o Brasil. Assim que chegou por aqui, diversificou o mercado, atuando em duas grandes fábricas calçadistas. Agora, projeta a marca própria, mesclando diferentes vivências no fazer calçados, e cria o que denomina artshoes.

paolafabris3

Apesar de nova, a grife já conquistou personalidades, como Martha Graeff, Giovana Antonelli, Isabela Fiorentino e Astrid Fontenelle. Tem todos os itens produzidos à mão em um ateliê especializado, aqui em Sapiranga. É Paola quem inicia o processo, desenhando e colorindo à mão cada um dos modelos. Um trabalho primoroso e quase extinto.

paolafabris

A principal matéria-prima dos sapatos é o couro, utilizado, inclusive, no solado e no forro, garantindo uma qualidade premium. E são muitas as variedades do material que se misturam nas peças. Entre elas, a camurça de cabra, os com acabamento em verniz ou metalizado, o pêlo pny, a pele de salmão e até pele de pescada amarela.

paolafabris2

A coleção atual tem a mesma inspiração do símbolo da label: o sol. Desenvolvido através de traços estilizados, o astro é o ponto de partida para as criações da designer e também aparece em aplicações geométricas e como motivação da paleta de cores vibrante. A gente adorou!

Essenciais da nova Paquetá
28 de Abril de 2016 . Por Patrícia Pontalti

Ontem fui convidada pela equipe da Paquetá para prestar consultoria de moda na loja conceito da rede que estreou na nova ala do Shopping Iguatemi aqui de Porto Alegre, que também inaugurou ontem. Adoro este contato direto com o consumidor, até porque eles costumam ser mais raros do que eu gostaria, já que nossa consultoria é voltada a empresas e não ao público final e quando falamos com o cliente, geralmente, é virtualmente. Bem. Como boa geminiana, que ama um trelele, cheguei empolgadíssima na Paquetá. E minha empolgação atingiu níveis altos quando me deparei com a loja. Gente! Sério. Tá muito bacana, com os produtos bem expostos, bem iluminados, em um espaço sofisticado e minimalista. Adorei o projeto, e curti muito a edição dos produtos, que definem as principais tendências da temporada, os principais desejos. Tem o boho, o rocker, o minimalista, o esportivo, o gótico-sexy, enfim, tá tudo lá, bem definido.

E vou contar um detalhe que me deixou ainda mais animada (quem me conhece sabe que meu índice de animação sempre pode subir mais): a gente pode pagar direto para os vendedores. Siiiim! Vou explicar melhor. Cada vendedor usa um aparelhinho semelhante a um celular, que consulta o estoque e também finaliza a compra, inclusive debitando no cartão o valor dos produtos, rapidinho, sem filas, sem estresse. Já tinha visto isto em algumas lojas bacanas mundo afora e adorei que a Paquetá adotou esse sistema, que torna bem mais tranquilo o momento da compra. E voltamos ao que me motiva hoje, as minhas escolhas, que mostro agora, mas peço um descontão de vocês: eu não sou fotógrafa e nem pude caprichar muito porque a loja estava tão lotada que precisei clicar bem rapidinho pra não incomodar ninguém. Então, sejam simpáticas às minhas limitações por trás de uma câmera e aproveitem as dicas, fiz pensando em vocês com carinho.

Foto Eu

Bem. Como falei, a foto é um pavor, mas vamos ao fatos. A gente já cansou de falar que o esporte está para a moda cotidiana como um bom chochilo em dia de chuva: fundamental! O modelo aí de cima é reflexo desse namoro que virou casamento: um tênis bota. O interessante é que dá pra identificar várias tendências em uma única peça, inclusive certo toquezinho étnico por conta da camurça e da pele decorando o cano, comprovando como quando mais se mescla, melhor pode ficar. Gamei!

Foto Eu

Seguindo o tema esportivo-chique, temos aqui uma bolsa que retrata exatamente a mescla do luxo e da referência esportiva. O luxo, no caso, vem por conta do couro com textura croco, bem brilhoso e requintado, e do próprio formato da bolsa, rígido e médio. Agora repare na alça! Podia estar em uma mochila ou na barra de uma jaqueta bomber. Viu?! Isso que é bacana, esse contraste que resulta em uma peça bem singular que faz muito diferença no seu closet. Outra que gamei!

Foto Eu

As bucket bags, ou simplesmente bolsa-saco, são uma tendência neste inverno. Eu adoro. Acho clássica, elegante, prática. O que eu muito curti no modelo aí de cima também tem a ver com unir opostos. A cor, um nude levemente rosáceo, não seria a primeira associação a tantas tachas e detalhes pesados, né mesmo?! Por isso que é tão bacana. Amorzinho por ela.

Foto Eu

Juro que estou com tanta vergonha da foto aí de cima, torta, ainda por cima, que se eu não achasse tão importante falar desta mochila eu tinha limado ela do meu post. Mas eu preciso falar de mochila. E desta. Gente! Como ando numa onda em esporte-chique, tenho olhado cada vez com mais carinho para as mochilas. Eu e o mundo do design, né?! As mochilas são acessório perfeito para despojar o chique. E o bom é que podem ser chiques por si só, como a minha escolha, um modelo simples, em um tom preciosamente elegante, com poucos detalhes. Vai bem com tudo, até com terninho.

Foto Eu

Também preciso falar dos tons suaves decorando o caminhar. Eles estão em botas dos mais variados modelos, em scarpins, em sandálias, como esta, que tem um detalhe essencial que a faz mais bacana, um visual pesado, que fica lindo com esta cartela adoravelmente tolinha. Quero!

Foto Eu

Esta aqui foi minha escolha para usar ontem, em preto porque combinava melhor com minha roupa. Acho muito interessante que esta bota pode ser chique e casual ao mesmo tempo. E o bico é um show a parte. Sim. Os finos também voltaram, e este é extremamente confortável, assim como o salto, um médio encorpado que garante um estilo bem singular à bota. Ela é meio de bruxinha fashion - e eu adorei isso.

Foto Eu

Tá, oxford não é novidade, mas é primordial, portanto… Ainda mais um modelo como este, que inova no detalhe da sola, menos delicado e com uma personalidade bastante masculina, e na mistura de materiais, como o verniz e a camurça. Vem pra casa, querido! Amo usar com vestidos bem femininos ou com peças naturalmente mais sensuais, como uma saia lápis bem justinha.

Foto Eu

Sou fã destas bolsinhas com ar retrô, que parecem ter sido surrupiadas do closet da vovó. Acho um charme para imprimir requinte em visuais mais casuais, compondo com calças jeans, com jogger, com vestidos tubos mídis, com jaqueta de couro. Ah! Quer saber? Gosto delas até com roupas sóbrias também. Acho fofas, coquetes. :)