Brisa Slow Fashion e Côté apresentam nova coleção
7 de Julho de 2017 . Por aspatricias

 

Blusa Brisa e brinco Côté

Blusa Brisa e brinco Côté

Brisa Slow Fashion e Côté lançam nova coleção neste sábado, das 14h às 18h, na Rua Visconde do Rio Branco 828, em Porto Alegre. O evento acontece no Coletivo 828, formado por empresas socialmente e ecologicamente responsáveis, que dividem o mesmo espaço e constituem uma loja conjunta.

A Brisa Slow Fashion foi criada há um ano pela estilista Tati Stein e tem como objetivo oferecer peças atemporais e sustentáveis em todos os seus aspectos. Os tecidos de algodão, seda e de fio de garrafa pet são fornecidos apenas por empresas nacionais que possuem certificação orgânica. Além disso, são utilizadas técnicas artesanais e pigmentações naturais provenientes de plantas, sementes e extratos. Além da nova coleção, a Brisa traz duas novidades: a chegada da nova sócia, Cássia Ninow, e a participação na Green Show Room, maior feira mundial do setor sustentável.

Já a Côté é uma marca de acessórios sustentáveis que, desde 2015, trabalha com a  ressignificação dos materiais de descarte para transformar em objetos de design. A label é coordenada pela arquiteta Priscila Elisa Berselli, que segue os propósitos de produzir peças com desenho atemporal, sem uso de produtos de origem animal, sendo ela mesma a responsável por toda a criação das peças, desde a coleta de materiais até a montagem final dos produtos.

Blusa e calça Brisa, brinco e cinto Côté

Blusa e calça Brisa, brinco e cinto Côté

As peças também podem ser encontradas nos sites das marcas: www.brisaslowfashion.com e www.designcote.com.

Brick de Desapegos e pré-lançamento do Coletivo 30ºSul, neste domingo
5 de Julho de 2017 . Por aspatricias

Neste domingo, tem Brick de Desapegos especial no Bar Ocidente com pré-lançamento do Coletivo 30ºSul, que une várias marcas sustentáveis e slow fashion. Entre elas, Eliana Colognese, Marichia Chia, Carina Brendler, Colorê Patchwork, Petrel, Unique Alfaiataria, Witte Clássica, Scacchi Upcycle e Liv Brasil.

Brick de Desapegos/Divulgação

O evento, que acontece das 12h às 19h, também promove um bate-papo sobre sustentabilidade com o novo coletivo e uma oficina de acessórios sustentáveis. Sara Bodowsky é uma das convidadas e vai levar roupas, livros e histórias. Já a comida fica por conta das 3 Marias doces e salgados, além de ter cerveja artesanal e música com o cantor Felipe Conrado Quadros. E, claro, 50 expositores entre desapegos, brechós e marcas autorais enchendo o local com pecinhas recheadas de histórias.

Brick de Desapegos/Divulgação

As inscrições para o bate-papo e oficina são gratuitas e podem ser feitas através do email brickdedesapegos10@gmail.com. Quem quiser mais informações pode conferir a página do evento no Facebook.

 

Feira Modaut ganha segunda edição neste sábado
5 de Maio de 2017 . Por aspatricias

Modaut / Divulgação

Sábado vai ter evento bacana na Área 51 (Rua Lucas de Oliveira, 894), em POA. É a segunda edição da feira MODAUT, que reúne moda, comidinhas, cerveja, música e debates. Quem quiser conferir de perto, a programação rola das 14h às 21h.

Serão 26 marcas que contribuem com um novo olhar para a moda, seja nas matérias-primas, no design ou na proposta além do fast fashion. O encontro também servirá para a troca de ideias e para inspirar quem produz moda autoral, com dois painéis. Às 16h, serão apresentados os Novos Negócios da Moda, com coordenação da Pandorga. O bate-papo terá mediação de Vinícius Dambros Andrade e Gabriel Vanoni, com Laís Ribeiro e Natalia Pegoraro, da marca de vestidos de noivas O Amor é Simples, e Bruna Holderbaum e Milena Faé, da Closet Detox. As inscrições podem ser efetivadas pelo link: https://www.sympla.com.br/novos-negocios-de-moda–modaut__138876.

Às 17h, será a vez da palestra Sustainable Fashion Dynamics, mediada por Cacá Camargo, representante do Fashion Revolution, com a participação das marcas Preza e Mudha. As inscrições são realizadas pelo link: https://www.sympla.com.br/sustentable-fashion-dinamic–modaut__137057.

Para quem curte música, a banda Hello, Ms Take toca às 17h, Nacional Rivera, às 18h30mim, e Doutor Roberto, a partir das 20h. A gastronomia fica por conta do Tuca Truck, Taco Pizza e Grand Churros, regados a Cerveja Salva. Detalhe: no dia do evento, quem inserir o código “modaut” no Cabify ganha 20% de desconto na ida e volta para a ÁREA 51. Oba!

 

Confira as marcas que estarão no evento:

About Blank Clothing

Amuleto de Pano

Ana Rowe - Vista Arte

Aurora

Ayessa

Behá

Border Shoes

Carina Brendler

Coletivo 30º Sul

Draisiana

Isabela Ciamponi

Libe Store

Lucas Moraes

Mofo

Mudha

Ohko

Pandorga

Preza

Pro Me

Seeds

Speak

Sta. Spalla

Sueka

Touc

Vintax

Vking

Wonder Wear

 

O tempo sob olhar de Isabela Capeto
28 de Abril de 2016 . Por Patrícia Parenza

SPFW N41

A carioca Isabela Capeto faz parte daquela turma de designers que te faz delirar. Sim, a cada apresentação dela, fico mais fã. Ontem na passarela do SPFW, não foi diferente. Ela sempre trabalhou com o slow fashion e desta vez trouxe um olhar sobre o tempo, uma reflexão sobre velocidade. Isabela apresenta as particularidades do seu olhar inspirada pelo filme Alice Através do Espelho.

SPFW N41

SPFW N41

O que vimos em seu desfile são peças trabalhadas à mão, como os vestidos com miniflores de organza, todas recortadas, pregadas e bordadas uma a uma. Ou uma saia com centenas de canutilhos aplicados e ainda os looks finais, com bordados enormes que simulam um camuflado.

SPFW N41

SPFW N41

A coleção traz referências botânicas do século 19, época na qual se passa a história de Alice, em que suas plantas e flores eram registradas apenas em desenho, feitas com lápis e papel, como as  criações de Isabela. Rendas antigas compradas em cortes únicos, aplicações, bordados e rebordados e uma infinita riqueza de detalhes ajudaram a criar uma atmosfera minuciosa que lembra o valor do que é exclusivo, o valor do tempo.

SPFW N41

SPFW N41

SPFW N41

SPFW N41

SPFW N41

Feminista e adepta do slow fashion: conheça a Ada
6 de Abril de 2016 . Por aspatricias

adaSustentabilidade, slow fashion e a valorização do feminino são alguns dos conceitos da grife gaúcha Ada. A marca, lançada neste mês, tem como objetivo fazer com que as mulheres se libertem seu estilo de maneira consciente.

Criada pelas sócias Camila Puccini e Melina Knolow, o nome foi inspirado em Ada Augusta Byron King, a responsável pela criação do primeiro algoritmo a ser processado por uma máquina. A primeira coleção dá o tom da marca, que homenageia grandes personalidades femininas da história, como Audre Geraldine Lorde, militante dos direitos das afro-alemãs, e Almerinda Farias Gama, militante feminista brasileira.

As peças são minimalistas e atemporais, produzidas com matérias-primas de fibras naturais feitas 100% no Brasil e que respeitem os direitos dos animais. Além disso, todo o resíduo produzido pelas peças é destinado à ONG Patas Dadas, que os transforma em capas e camas para cachorros e gatos, dando um novo significado para o que seria considerado lixo industrial.

Bem-vinda, Ada!